A CMA CGM prepara-se para encaixar 250 milhões de dólares, resultado do reforço da posição dos turcos do Yildirim Group e da entrada do Fundo Estratégico de Investimento (FSI) no seu capital.

O novo encaixe reforça o balanço do operador francês, número três mundial no transporte marítimo de contentores, e permite acelerar o processo que há-de levar a CMA CGM para a Bolsa nos próximos anos.

A entrada do estatal Fundo Estratégico de Investimento no capital da companhia há muito vinha sendo falada. Na prática, desde que a empresa esteve à beira da ruptura financeira. Concretiza-se agora, mediante um investimento de 150 milhões de dólares em obrigações convertíveis, que garantem desde já ao FSI uma posição accionista de 6%. Que é para manter até à IPO.

Por seu turno, o Yildirim Group investirá mais 100 milhões de dólares, juntando dessa forma 4% aos 20% da companhia adquiridos em Novembro de 2010.

A CMA CGM voltou aos resultados positivos no segundo trimestre e prevê melhorá-los ainda no terceiro trimestre.

O próximo passo, decisivo, para o turnaround da companhia da família Saadé será a renegociação dos cinco mil milhões de dólares de dívidas com uma pool de bancos.

Os comentários estão encerrados.