A Yilport Holding, que em Portugal controla praticamente todos os terminais de contentores, pretende agora entrar em Itália, pelo porto de Taranto.

A holding turca apresentou uma proposta formal para investir e operar no denominado Molo Polisettoriale, onde se situa o terminal de contentores, segundo avançou a autoridade portuária.

A área em causa abrange cerca de 100 hectares e dispõe de uma frente de cais de 2 000 metros.

A Yilport propõe-se movimentar ali contentores, também granéis e cargas ro-ro.

O terminal de contentores de Taranto chegou a movimentar 900 mil TEU, em 2006, mas em 2015 acabou deserto na sequência do fim da joint-venture entre a Hutchison Ports e a Evergreen.

O gupo Yilport propõe-se investir no aumento da actividade em Taranto e vai avisando que, caso seja bem sucedido, este poderá ser o primeiro de mais investimentos no mercado italiano.

Em Itália, a expectativa criada pelo interesse da Yilport é ampliada pelo facto de o grupo Yildirim (que a controla) deter uma posição de 25% na CMA CGM, o que poderá permitir atrair tráfegos do gigante francês.

» Concessionária encerra terminal de contentores de Taranto

 

 

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*