A ZIM firmou um acordo com a Maersk e a MSC, os dois parceiros da 2M, para as rotas entre a Ásia e a Costa Leste dos EUA. Trata-se de uma viragem estratégia da companhia israelita, que até agora evitou as alianças de transporte marítimo de contentores.

No presente, MSC e Maersk Line operam cinco rotações no Ásia-Costa Leste dos EUA e a ZIM outras duas. A partir de Setembro, quando este novo acordo de cooperação estratégica for colocado em marcha, o número total de cinco rotações na rota ir-se-á manter, mas Maersk Line e MSC assegurarão quatro e a ZIM uma.

“É um voto de confiança dos dois maiores operadores do sector, reconhecendo as capacidades, fiabilidade e força da ZIM. Além disso, permitirá à ZIM atingir eficiências operacionais e garantir a nossa capacidade de manter uma posição de liderança na rota”, refere, citado pela assessoria de imprensa, o presidente e CEO da ZIM, Eli Glickman. “Vamos continuar a ser independentes, a construir a ligação aos nossos clientes”, acrescentou.

“A MSC tem o prazer de receber a ZIM nesta cooperação estratégica. Os novos arranjos ajudarão a garantir um alto nível de serviço para carregadores em todas as rotas entre a Ásia e a Costa Leste dos EUA”, afirmou, por seu turno, Diego Aponte, presidente e CEO da MSC.

Já a Maersk Line observou, em comunicado, que a nova cooperação irá gerar eficiências de custos e proporcionar novas oportunidades para clientes, que terão acesso a um produto melhorado no Ásia-Costa Leste dos EUA, incluindo um novo serviço directo da Costa Leste dos EUA para a Tailândia.

Tags:

Os comentários estão encerrados.